Ação de combate à dengue começa nesta terça (28/1)

63

Por Ricardo Ribas

Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate a Endemias (ACE) iniciam, na manhã desta terça-feira (28/1), um trabalho intenso de eliminação de focos de larvas do mosquito transmissor da dengue. A ação segue até o dia 6 de fevereiro. Serão percorridos 28.394 imóveis, distribuídos por 1.046 quarteirões, pontos mais críticos da cidade. Os agentes percorrerão domicílio por domicílio, orientarão os moradores e recolherão recipientes ou objetos que possam acumular água e tornarem-se prováveis criadouros do mosquito. A coordenação-geral da ação pede aos moradores que não coloquem móveis, objetos ou entulhos pra fora de casa, por não se tratar de mutirão de limpeza, mas ação pontual e intensiva. Confira aqui cronograma de trabalho.

Nessa ação, a coleta de recipientes será feita dentro do próprio imóvel. Os agentes vão entrar nos imóveis, orientar os moradores e ajudar na coleta de pequenos objetos que podem acumular água parada. Os objetos recolhidos serão colocados em sacos de lixo e ficarão à disposição do caminhão da coleta regular de lixo.

A estratégia será diferente da adotada nos mutirões, quando caminhões da Prefeitura recolhem até móveis velhos, eletrodomésticos inservíveis e entulho, trabalho que deveria caber a cada morador dar a destinação correta. Assim como caberá a cada morador vistoriar telhados e desentupir calhas.

Bom lembrar que um grande mutirão de limpeza foi feito em Unaí entre o fim de outubro e meados de dezembro do ano passado. Pouco adiantou, porque parte considerável da população relaxou a limpeza, baixou a guarda, e o resultado foi uma grande infestação larvária em todos os bairros da cidade, conforme apontou Levantamento Rápido de índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, entre 6 e 17 de janeiro.

Adesivo positivo

A Secretaria Municipal de Saúde vai prestar reconhecimento oficial aos imóveis “livres da dengue”. Se os agentes, ao percorrerem o imóvel, não encontrarem nenhum recipiente que acumule água parada, não encontrar nenhum foco de larva do mosquito e encontrarem uma casa “limpinha”, o morador receberá um adesivo de “Domicílio livre da dengue” para afixar no portão ou muro frontal do imóvel.

“Quem quiser o adesivo, deve fazer sua parte e manter sua casa limpa”, adverte a coordenadora de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, Adriane Araújo, completando que não haverá constrangimento de ninguém nessa ação. Segundo ela, haverá o reconhecimento de que o morador faz um bom trabalho de auxílio à saúde pública e demonstra respeito pela própria família, pelos vizinhos e pela sociedade. “Por outro lado, o imóvel que não possuir o adesivo, é porque não está de acordo com as orientações de combate à dengue”, enfatiza Adriane.

Cronograma

Confira aqui o cronograma das ações desencadeadas pela Secretaria Municipal de Saúde, entre 28/1 e 6/2.

Fonte: Ascom Prefeitura de Unaí