Sei!MG atinge 10 milhões de documentos on-line e garante economia ao Estado

52

Plataforma permite ao usuário criar processos, editar documentos, filtrar pesquisas e receber notificações

O número de documentos na base de dados do Sistema Eletrônico de Informações (Sei!MG) chegou aos 10 milhões. A plataforma, que conta também com um aplicativo capaz de criar processos e editar documentos, já garantiu ao Estado economia de 57,75% na compra de itens de escritório entre 2017 e 2019. Nesse período, o Governo de Minas Gerais não adquiriu, por exemplo, carimbos e fusores para impressoras.

Os dados são apresentados pelo diretor Central de Governança e Tecnologia da Informação e Comunicação, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Fabrício Salum. De acordo com o ele, houve redução no valor pago em corretivos líquidos, que caiu de R$ 14,6 mil em 2017 para R$ 7,2 mil, em 2019. No mesmo período comparativo, com grampos para grampeadores, de R$ 93,2 mil para R$ 45,5 mil e com tesouras, a quantia gasta, que antes era de R$ 60,8 mil, agora é de R$ 20 mil.

“Outro ponto de destaque diz respeito ao gasto com serviços de impressão, que foi de R$ 12 mi em 2017 para R$ 4 mi em 2019, uma economia de 61,3%”, calcula o gestor. “Desde a implementação do Sei!MG, pensamos não só na celeridade dos processos, mas também na criação eletrônica de documentos, garantindo, assim, segurança, economia de papel e boa comunicação entre os servidores e a sociedade”, declara Salum. Atualmente, 70 órgãos do Estado utilizam o Sei!MG.

O sistema também pode ser acessado na palma da mão. O app SEI está disponível para download gratuito nas lojas Google Play e Apple Store. A última atualização do software trouxe também melhorias na gestão de blocos de assinatura e blocos internos.

Sobre

O SEI foi criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). Ele é hoje a ferramenta oficial do Governo Federal para implantação do Processo Eletrônico Nacional – PEN.

Fonte: Agência Minas