Buritis: Prefeito decreta situação de emergência em Saúde Pública

61

O prefeito de Buritis, Dr. Keny Soares, decretou situação de emergência em saúde pública no município nesta segunda-feira (16/03). O decreto dispõe sobre medidas de enfrentamento da pandemia provocada pelo Coronavírus, o Covid-19.

De acordo com o texto, abrange ações de saúde que incluem a dispensa de licitação para aquisição, bens, serviços e insumos de saúde destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública e a instalação do Centro de Operações de Emergência em Saúde coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, para monitoramento da emergência em saúde pública declarada.

Também veda a realização de quaisquer eventos da Administração Pública Municipal ou por ela autorizados em que ocorram a aglomeração de pessoas, sem que seja possível manter a distância mínima necessária para evitar a contaminação pelo Coronavírus, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Aulas na rede municipal e estadual estarão suspensas de 18 a 22 de março, seguindo o decreto do Governo de Minas Gerais.

Todos os eventos estão suspensos por 30 dias e inclui também os esportivos e recomenda ainda o fechamento de academias de ginástica ou a instalação dos equipamentos com distância mínima um do outro de 1,50 mts.

No caso de restaurantes, bares e lanchonetes a distância mínima das mesas também será de 1,50 mts entre uma e outra.

As visitas aos internos do Abrigo João da Silva Santarém também estão suspensas. Essa medida partiu dos gestores do Abrigo e acabou sendo reforçada pela prefeitura neste decreto que suspende também visitas no Presídio Municipal.

O decreto altera mudanças no atendimento médico nas unidades de saúde de Buritis e a rotina de visitas de pacientes que, fica suspensa pelos próximos 07 dias, podendo ser prorrogado por igual período no Hospital São Lucas e na Unidade Mista de Saúde (Postão). Já os atendimentos médicos, eles serão realizados no Hospital São Lucas e no Postão para pacientes na classificação: vermelha, laranja ou amarela. Os demais que serão classificados com as cores verde ou azul serão remanejados para as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) que atenderão os pacientes por agendamento de horário.

Na segunda-feira (16) a Secretaria Municipal de Saúde começou a monitorar uma pessoa que esteve em contato com paciente testado positivo com o Covid-19 em Brasília-DF.

Fonte: Mais Buritis