Homem é preso suspeito de colocar fogo na casa da companheira em Riachinho

19

Mulher contou aos militares que foi agredida horas antes do incêndio. Segundo a PM, já preso, o homem fez ameaças de morte à vítima no quartel da polícia.

Um homem de 33 anos foi preso suspeito de atear fogo na casa da companheira em Riachinho (MG) neste domingo (24). Já no quartel da Polícia Militar, ele ainda a ameaçou de morte.

Segundo a PM, uma equipe foi a uma casa na rua Erculano Alkimim, no Centro, para atender a uma ocorrência de incêndio. A mulher contou que alguém colocou fogo na residência dela e saiu correndo. Os militares acionaram o caminhão-pipa da prefeitura para apagar o incêndio, que já havia se alastrado por todo o imóvel.

Enquanto a ocorrência era registrada, a mulher acionou novamente a PM e informou que suspeitava do companheiro dela e que ele estaria em um bar. Contou também que eles haviam se desentendido horas antes e que ela foi agredida com socos e tapas. Durante a briga, motivada por ciúmes, ela teria tentado ligar para o 190, mas foi impedida por ele.

Os militares foram ao bar e conseguiram encontrar o homem, que foi preso por violência doméstica. Já no quartel, para registro da ocorrência, o homem ameaçou a mulher de morte.

A PM informou que ele já foi preso anteriormente por homicídio, lesão corporal, ameaça, vias de fato/agressão e dirigir sob influência de álcool.

O homem foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil de Unaí (MG).

Com informações do G1 Grande Minas