Corpo de taxista desaparecido é encontrado dentro de casa, em Chapada Gaúcha

205

Segundo a Polícia Militar, um rapaz, de 19 anos, confessou que matou a vítima e foi preso.

O corpo de um taxista que estava desaparecido foi encontrado dentro de uma casa, em Chapada Gaúcha, no Noroeste de Minas. Segundo a Polícia Militar, um rapaz, de 19 anos, confessou que matou a vítima e foi preso.

De acordo com a PM, o filho do taxista compareceu ao quartel relatando que ele sumiu após uma corrida, de Arinos para Chapada Gaúcha, no domingo (5). Ele também falou quem contratou o serviço e que o último contato que o pai fez foi com um parente perguntando se o PIX feito pelo passageiro havia sido confirmado.

O filho ainda disse aos policiais que percorreu o trajeto que o pai faria, com o intuito e verificar se ele não havia sofrido um acidente. Ao chegar em Chapada Gaúcha, foi informado por um taxista local que o carro dele estava estacionado na avenida Tancredo Neves, no Centro da cidade.

Sem informações sobre o paradeiro do pai, tentou fazer contato com ele e com o passageiro. Ao ser questionado, o rapaz afirmou que o taxista havia lhe dito que iria abastecer o veículo e retornaria para Arinos.

De acordo com a PM, os militares procuraram pelo solicitante da corrida, que acabou confessando o crime após apresentar várias versões sobre o fato. Ele disse para os policiais que matou a vítima com golpes de faca e marreta.

Em seguida, o rapaz levou a PM até sua casa, onde o corpo estava. Havia marcas de sangue na cozinha, sala e nos fundos do imóvel. Ele também falou que, após o homicídio, pegou o carro da vítima e foi até um mercado para comprar materiais que foram usados para limpar a cena do crime. Posteriormente, o deixou estacionado na avenida. A perícia da Polícia Civil foi chamada e esteve no local.

A PM informou que foram localizados documentos, cartões bancário, comprovantes bancários e carteira do taxista na residência do suspeito.

O caso será investigado pela Polícia Civil.